Reflexões:

 

“Vivendo e obtendo mais felicidade”

Há algum tempo muitas pessoas se perguntam qual é o segredo para obter mais felicidade, porém a resposta correta não existe, pois ela pode ser representada e vivenciada de diversas formas.

Algumas pessoas trazem que a felicidade só está naquilo que pode ser visto ou tocado, ou seja, nas coisas materiais como o dinheiro ou até mesmo aquele brinquedo tão desejado.

Eu posso afirmar que as coisas materiais podem trazer felicidade, mas penso que não se trata só disso. A felicidade está em gestos de amor, carinho e admiração de pessoas que te amam e protegem, como seus pais, professores, amigos, entre outras pessoas próximas.

Se inserirmos a felicidade em nossas vidas, podemos dizer que ela será a salvação para a humanidade, não haverá mais guerras nem confrontos, a tristeza e o ódio terão fim.

Além disso, a felicidade está principalmente em Jesus, em uma oração ou simplesmente quando seguimos seus mandamentos. Portanto, a felicidade está além desse mundo, além de todos nós, é algo maior que tudo, é mais que um simples sentimento alheio, é a força que nos levanta no momento de fraqueza e insegurança. É ela a chave que abre a porta o nosso coração.

Então aqui vai um conselho: cultive a felicidade de várias formas, nos diferentes lugares, pois, ela é a única que nos ajuda nos momentos difíceis e que nos salva do poço da tristeza, abrindo as portas para o canteiro da alegria.

Amanda Ramos, 13 anos – 7º ano – Junho de 2020.

 


“Felicidade é estar feliz com as pessoas que amamos, família, amigos…”

Giovanna Alves, 11 anos – 7º ano A – Junho de 2020.

 



Reportagens:

 

“Felicidade e Pandemia”

É possível ser feliz em meio a uma pandemia global?

No mundo está ocorrendo uma pandemia, e várias pessoas passaram a ficar dentro de casa de “quarentena”, ocorreu mudança de hábitos e de rotina, e muitas pessoas estão ficando tristes por não ver amigos e membros da família.

Essa pandemia está díficil, mas isso tudo irá passar, com todos colaborando e se prevenindo, até então vamos dar um jeito de ver os nossos queridos amigos e familiares, usando aplicativos para conversar, assim podemos matar um pouco da saudade. Assista séries e filmes até enjoar, jogue vídeo game com seus amigos, mas não deixe a saúde de lado: se alimente bem, pratique exercícios e lembre-se: fique em casa e busque maneiras de ser feliz.

João Victor Barbosa, 15 anos – 2ª Série Ensino Médio – Junho de 2020.

 


“Distanciamento social e felicidade, como as duas se envolvem?”

Estamos passando por momentos difíceis no mundo inteiro, não podemos nos comunicar pessoalmente, não podemos estar ao lado de pessoas que nos fazem felizes e a felicidade acaba parecendo que foi embora, as notícias tomam conta do nosso pensamento nos fazendo esquecer das coisas boas da vida. Mas como podemos ser felizes nesse tempo tão difícil? Nós podemos fazer o exercício de valorizar as pequenas coisas (que na verdade são grandes coisas nesse momento), o fato de nós e nossa família estarmos saudáveis, as mensagens de saudade que recebemos dos nossos amigos e pensar que logo estaremos todos juntos e felizes por ter passado essa fase ruim.

O distanciamento social e a felicidade se envolvem em pensar no que é positivo: que tudo vai passar, que o distanciamento acontece para nos proteger e proteger quem nós amamos, então que fiquemos felizes distantes para que possamos permanecer saudáveis e sermos felizes juntos no futuro. Não podemos deixar que a atual situação tome conta, não podemos deixar o pensamento ruim e o pessimismo dominarem; que possamos pensar o quanto é importante estarmos tendo o distanciamento nesse momento. Você pode sentir felicidade agora, mesmo sozinho, pode se sentir feliz pelas mínimas coisas boas que acontecem!

Paola Fernanda Vasconcelos, 15 anos – 2ª Série Ensino Médio – Junho de 2020.

 



Obras:
“Felicidade é brincar preservando a natureza” Danilo Fornazzari Hilgemberg, 13 anos – 8º ano – Junho de 2020.

“Felicidade é brincar preservando a natureza”
Danilo Fornazzari Hilgemberg, 13 anos – 8º ano – Junho de 2020.

 


“Diferentes felicidades” Thafny Aparecida Gregório, 11 ano - 6º ano - Junho de 2020.

“Diferentes felicidades”
Thafny Aparecida Gregório, 11 ano – 6º ano – Junho de 2020.

 



Atividades que representam a felicidade – Ensino fundamental anos iniciais:

 

Pietro Ferreira de Lima, 7 anos - 1º ano - Junho de 2020.

Pietro Ferreira de Lima, 7 anos – 1º ano – Junho de 2020.

 


Gabrielly Pereira Camargo, 8 anos - 2º ano - Junho de 2020

Gabrielly Pereira Camargo, 8 anos – 2º ano – Junho de 2020

 


Melanie Jasmine Jack, 8 anos - 2º ano - Junho de 2020

Melanie Jasmine Jack, 8 anos – 2º ano – Junho de 2020

 


Luiza Soares Belarmino, 8 anos - 2º ano - Junho de 2020

Luiza Soares Belarmino, 8 anos – 2º ano – Junho de 2020

 


Gustavo de Paiva Rosa, 8 anos - 2º ano - Junho de 2020

Gustavo de Paiva Rosa, 8 anos – 2º ano – Junho de 2020

 


Vinicius Eduardo Silva, 8 anos - 2º ano - Junho 2020

Vinicius Eduardo Silva, 8 anos – 2º ano – Junho 2020